terça-feira, janeiro 31, 2006

Guerra colonial, 35 anos depois

...como o tempo não se multiplica por fotocópia, tem-me faltado o tempo suficiente para manter o Buraco da Fechadura mais actualizado.

A explicação: Juntamente com mais uns "velhos" companheiros de armas, dei-me ao trabalho de colocar na rede um blog subordinado ao tema Guerra Colonial, mais concretamente dedicado à Campanhia de Caçadores 2544 (do Batalhão de Caçadores 2878).

Estão prestes a completar-se 35 anos sobre a nossa partida para o Leste de Angola, tempo suficiente para assumirmos (sem traumas) que estivemos lá. Não há que ter medo de enfrentar a realidade da História e o papel que nela desempenhámos, ainda que um papel equívoco. Eu costumo dizer que fui à guerra por cobardia; não tive coragem de fugir.

Convido-vos a espreitar um pouco da "guerrilha" (pouco bélica, apesar de tudo...) que a CCaç 2544 foi iniciar, sediada na pequena localidade do Lumege, e prosseguir no Forte República, zona de Malange.

Estive apenas três meses como actor do teatro das operações (o resto do tempo, passei-o na rectaguarda da cidade, incumbido de outras manobras... de diversão), mas foram três meses que, somados com o tempo de preparação em Portugal, me fizeram comungar do espírito de camaradagem que o mato dá, mais do que a cidade.

Para espreitar a "guerrilha": http://lumege.blogspot.com

Zé Oliveira

3 comentários:

Caçadora disse...

Ai amigo, já não chegas para as encomendas!! Beijão

Anónimo disse...

El "Vietnam" portugues....?

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ costo viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra