segunda-feira, outubro 13, 2008



O mais velho caricaturista do mundo

Faleceu aos 108 anos.

Boris Iefimov, o mais velho cartoonista do mundo, faleceu recentemente com 108 anos de idade. Nascera a 28 de Setembro de 1900, em Kiev, capital da Ucrânia, filho de um sapateiro judeu.

O seu primeiro cartoon foi publicado em 1916. Estudou Direito em Kiev e trabalhou como jornalista, actividade que trocou pela de caricaturista em 1919.

Mudou-se para Moscovo, onde fez carreira em vários jornais, como o Izvestia.

Numa entrevista à Reuters em 1998, declarou ter feito coisas contra a sua vontade, caso contrário teria sido morto. O seu irmão, Mikhail Koltsov, foi executado por ordem de Estaline.

O Caricaturista de Estaline


Conhecido como "o caricaturista de Estaline", Iefimov tornou-se famoso ao criar propagandas e colaborado para a agitação política russa. Criticou, através de caricaturas, Adolf Hitler e o nazismo. Fez desenhos sobre o capitalismo dos EUA durante a Guerra Fria.Um dos seus desenhos mais famosos é uma caricatura de Hitler, representado com um ar transtornado.

Na lista da forca


Segundo afirmou Iefimov, Hitler teria incluído o seu nome numa lista de figuras soviéticas que seriam enforcadas, quando Moscovo fosse tomada.A sua obra satírica deixou-nos o registo da história da União Soviética desde 1918 até à Perestroika de Gorbashov. Há pouco tempo, Iefimov relatou um episódio de 1947, quando Estaline lhe ordenou que desenhasse o general norte-americano Eisenhower a reclamar o Pólo Norte como propriedade dos EUA.

Recentemente ainda produzia desenhos de humor e estava a escrever as memórias.

Cumpriu um sonho aos 107 anos
Aos 107 anos de idade, viu cumprir-se-lhe um sonho: uma exposição da sua obra em Moscovo.

Publicou o seu primeiro livro em 1924, com um prefácio de Lev Trotsky; pretendeu incluir nele uma caricatura de Estaline, mas, este não lhe deu autorização. "Obviamente, nunca mais a pude mostrar", conta.

1 comentário:

filomeno2006 disse...

El Polo Norte y el Polo Sur están ahora en litigio