quarta-feira, outubro 05, 2005

Do Pântano para aqui, foi um salto de rã

Se eu vos contasse por que é que me vi forçado a abandonar o charco, vocês nem acreditavam!
Só vos digo que o batráquio me atolou no lamaçal até às orelhas, sem eu perceber muito bem porquê. (Há alturas em que o melhor é a gente fazer-se de parvo e fingir que não percebe).

Mas pronto, cá estou na nova casa, às apalpadelas tentando encontrar o interruptor com que se fará luz na minha (diminuta) capacidade de manobrar estas coisas.

Saúdo os amigos que tão generosamente me têm decorado as paredes do Buraco da Fechadura com preciosos rasgos de criatividade satírica.

Saúdo os companheiros de risco que, por uma qualquer razão, não mandam desenhos mas espreitam o Buraco da Fechadura.

Saúdo os demais web-leitores, tantos amigos (quase todos de rosto apenas imaginado).

À nossa! (tshin-tshin!!)

Zé Oliveira

3 comentários:

Elsa disse...

Está lindo!!! Viste? parece difícil, mas uma vez dentro da "engrenagem" é sempre a andar para a frente!! e a verdade é que isto passa a ser um vício terrível!!!
Uma dica... não ponhas acentos nas fotos quando as metes no photobucket pq depois elas dão problemas...
beijo, vou actualizar o teu link!
beijo, e quando é que nos encontramos?? acho que vai haver um jantar de blogs, não queres vir?
diz qualquer coisa...
beijosss

BSR disse...

Em boa hora veio a mudança. Pode ser tacanho e parte da mentalidade que muitos criticam, mas a verdade é que no estrangeiro se trabalha melhor. Vai ver que o blogspot é mais rápido a carregar e muito pronto (então se tivermos em conta a diferença abissal em ralação ao sapo no número de blogues que mantém) na resposta e ajuda com as dificuldades.
Li o escrito "kafkiano" que está acima e a verdade é que eu não acredito em máfias mas que as há, há.

Fernando Jorge disse...

Como prometido (ou apalavrado,para mim é indiferente)dei um saltinho ao seu blog. Caso não saiba quem eu sou (o mais provável), digo-lhe que sou um dos ratos barulhentos, que caricaturou recentemente em Viana do Castelo, mais propriamente, o magricelas! Sou muito apreciador de BD, porém limito-me às minhas observações de senso comum. Como leitor de BD, considero que uma imagem vale por mil palavras. No entanto, uma boa imagem com um mau texto, ou vice-versa, podem perder o seu sentido. Sabendo que um dos o objectivos da BD é a sátira e a crítica social, limito-me a usar como critério de avaliação (devido à minha ignorância) as garagalhadas que elas me provocam! Isto tudo, apenas para dizer que me ri bastante com os cartoons que visionei neste blog.
Quanto aos ditadores, eles nunca desaparecerão da face da Terra...escondidos, camuflados de sapos...mais perigosos que muitos que dão a cara!
Ter sentido de humor não é apenas rir das piadas que se dizem dos outros...a meu ver, alguém com verdadeiro sentido de humor é aquele que é o primeiro a rir-se dele próprio. Sendo assim, os sapos não têm sentido de humor!
Como os melhores cumprimentos,Queijo Jeitoso